Pesquisar este blog

Carregando...

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Uma das maiores virtudes do ser humano é a humildade.
Fabinho é gente como a gente. É um homem simples, que trata todo mundo com igualdade. Olha para o ser humano com amor e a gente percebe que ele quer fazer mais pelo próximo.
www.facebook.com
1,5 mil visualizações
Durante todos esses anos como profissional e servidor público, sempre pautei a minha vida nos princípios da honestidade e do serviço à população. E junto com o povo de Casimiro quero levar esses princípios para a gestão pública.
Sobe o som e compartilha a música da nossa campanha.
É fácil de baixar, só acessar esse link: https://soundcloud.com/fabio-kiffer/20-pra-seguir

sexta-feira, 18 de março de 2016

PLANO MUNICPAL DE SANEAMENTO BÁSICO EM CASIMIRO DE ABREU




Município vai se reunir com comunidade para discutir Plano de Saneamento

Documento vai considerar as principais demandas e necessidades apontadas pelos moradores

Município vai se reunir com comunidade para discutir Plano de Saneamento
Foto: Divulgação
A participação dos moradores na elaboração do plano é fundamental para atender as reais necessidades de cada região
No próximo dia 16 de março, a Prefeitura de Casimiro de Abreu convida a comunidade para participar da reunião que vai discutir a elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico. O encontro, que acontece no auditório da Secretaria de Assistência Social, a partir das 14 horas, faz parte da construção participativa do documento, que vai considerar as principais demandas e necessidades apontadas pelos moradores. 

De acordo com o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Casimiro de Abreu, Maurício Porto, a participação dos moradores é fundamental para que o plano contemple as reais necessidades de cada região. "Temos um município com características muito distintas. Por isso a construção participativa do Plano. Não há outra pessoa que conheça sua realidade melhor do que o próprio morador. Ele que pode apontar as carências e alternativas de soluções mais adequadas", destacou Maurício. 

Na última semana, representantes da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável e da empresa MJ Engenharia, responsáveis pela elaboração do plano, se reuniram com técnicos de outras secretarias municipais e do Conselho Municipal de Meio Ambiente para explicar todas as etapas da construção do documento e a responsabilidade de cada profissional nesse processo. "Esse Plano vai traçar um diagnóstico do saneamento em todo o território do município de Casimiro de Abreu, estabelecendo as diretrizes e fixando as metas de cobertura e atendimento com os serviços de água, coleta e tratamento do esgoto doméstico e drenagem e destino adequado das águas de chuva", ressalto u o mestre em ciências ambientais Roberto Garcia. 

Ele lembrou que com a publicação da Lei n.º 11.445, todas as prefeituras têm a obrigação de elaborar seu próprio plano de saneamento. "Sem este documento, não poderão receber nenhum recurso federal para projetos de saneamento básico", falou Roberto. 

O Plano Municipal de Saneamento Básico de Casimiro de Abreu está sendo elaborado em parceria com o Instituto Estadual do Ambiente.

Casimiro de Abreu mostra ações realizadas para combater o mosquito Aedes aegypti

Explicações foram repassadas em sessão da Câmara de Vereadores

Casimiro de Abreu mostra ações realizadas para combater o mosquito Aedes aegypti
Foto: Vitor Nantes
Secretário presta contas sobre ações contra dengue na câmara municipal
As ações realizadas pela Prefeitura de Casimiro de Abreu para enfrentar o mosquito Aedes aegypti foram levadas ao conhecimento dos vereadores, na última semana. Neste dia, o secretário municipal de Saúde, Edson Mangefesti, atendeu a convocação da Câmara Municipal de Casimiro de Abreu e esclareceu dúvidas em relação ao trabalho que vem sendo desenvolvido. Na ocasião, boa parte dos agentes de combate a endemias do município e profissionais de saúde estava presente. 

Com duração de mais de três horas, a reunião foi um momento importante para o secretário explanar de modo minucioso as ações que estão sendo tomadas pelo município para combater o vetor das doenças Zika, Dengue e Chikungunya desde o final do ano passado, quando tomaram proporções maiores em escala nacional. 

Dentre as ações citadas, além das visitas domiciliares, estão os mutirões; a inclusão dos agentes comunitários de saúde no combate ao mosquito (até então, o trabalho era feito apenas pelos agentes de combate a endemias); as ações de bloqueio, com o uso do fumacê costal em locais com notificações das doenças; o trabalho de Educação em Saúde realizado em igrejas, escolas públicas e privadas; e, também, o Plano de Enfrentamento ao vetor, que contempla a participação de outros setores da Prefeitura na luta contra o Aedes aegypti, como Secretaria de Obras e Procuradoria, por exemplo. 

Além disto, outro tema incluído na convocação, foi a dispensação de remédios pela Farmácia Central. Foram esclarecidas dúvidas em relação aos medicamentos excepcionais e de especialidade, momento em que foi elucidado a qual esfera pública compete a responsabilidade de fornecer os tipos específicos de cada produto. O secretário deixou claro que o medicamento que é de competência do município oferecer ao morador, está sendo oferecido. 

Outros assuntos, que não estavam incluídos no documento, foram ainda levados pelos vereadores ao secretário de Saúde, que não se esquivou e respondeu a todas as perguntas. "Todas as minhas ações são baseadas na ética e transparência. Por isto faço questão comparecer sempre que convidado para esclarecer quaisquer dúvidas que os vereadores e a população possam ter, seja por meio de convocação ou das prestações de contas da Secretaria de Saúde, que são realizadas rigorosamente a cada quatro meses", destacou.

Anunciadas novas medidas para gerenciar crise econômica

Poder Executivo vai fundir e extinguir secretarias e reavaliar contratos, entre outras ações

Anunciadas novas medidas para gerenciar crise econômica
Foto: Vitor Nantes
Novas medidas começam a valer a partir de abril
Anunciadas novas medidas para gerenciar crise econômica
Foto: Vitor Nantes
Município tem adotado políticas necessárias para gerenciar a crise
As acentuadas quedas no repasse dos royalties fez a Prefeitura de Casimiro de Abreu traçar novas medidas econômicas, válidas a partir de abril, para continuar prestando aos munícipes os serviços básicos imprescindíveis. As mudanças atingem a estrutura administrativa, com a extinção e fusão de secretarias, a análise de contratos e a criação de uma comissão técnica, que avaliará novas necessidades para conseguir a redução no orçamento, evitando a recessão. Em 2014, a cidade recebeu cerca de R$ 120 milhões desta compensação financeira. No ano seguinte, caiu para R$ 58 milhões e, em 2016, era esperado receber R$ 60 milhões, de acordo com levantamento de dados junto a Agência Nacional do Petróleo (ANP). Entretanto, com o barril do petróleo em baixa, a perda estimada chega a 50% de sse valor. O atual momento afeta também no repasse da Participação Especial de fevereiro que deveria ser de R$ 5 milhões, mas foi recebido apenas R$ 750 mil. 

"A intensificação desta crise, que atinge diversas cidades do país, nos fez agir novamente e ter que tomar novas medidas. O objetivo é sempre administrar com transparência e responsabilidade, garantindo o equilíbrio e a sustentabilidade econômica. Tudo isso para fazer com que os efeitos da atual conjuntura econômica sejam os menores junto a nossa população. Desde que identificamos esta realidade, nos empenhamos para solucionar as diversas situações desafiadoras", disse o prefeito Antônio Marcos, que com a equipe de governo tem se empenhado para conseguir a antecipação de royalties para cobrir o déficit do ano passado. 

Assim, a partir de abril, a secretaria de Esportes e Lazer se junta a de Turismo. O mesmo acontece com as secretarias de Agricultura e Pesca e de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. O objetivo é atingir a economicidade dos recursos públicos. A Ouvidoria Municipal será extinta. Entretanto, o Poder Executivo vai manter os canais de comunicação imprescindíveis para que a população possa continuar colaborando com críticas, sugestões e tirando suas dúvidas. No ano passado, a Secretaria de Habitação e Urbanismo já havia sido fundida com a secretaria de Obras e Serviços Públicos. 

Num prazo máximo de duas semanas, a comissão técnica criada para reavaliar a situação do município apontará outras ações a serem implantadas. Reuniões públicas serão realizadas junto a população para dividir este momento econômico regional. 

AÇÕES CONTÍNUAS - Desde o ano passado, Casimiro de Abreu formula políticas de enfrentamento à crise. Foi um dos municípios elogiados quanto a condução deste atual cenário, mesmo registrando uma redução de R$ 72 milhões no que era previsto de receber de royalties em 2015. Mesmo assim, conseguiu dar continuidade aos investimentos que já contavam com recursos específicos conquistados por meio da captação de recursos junto a União e ao Estado. 

Em 2015, as medidas que Casimiro de Abreu tomou para equilibrar as contas gerou uma economia de R$ 37 milhões aos cofres públicos. Para isso, o orçamento das secretarias foi revisto e reduzido, o horário de expediente foi alterado, foram cancelados contratos e o calendário oficial de eventos. Alguns projetos realizados pelas secretarias também passaram por readequações. Houve ainda a demissão de funcionários. Campanhas de consumo conscientes e incentivo à solicitação da nota fiscal dos prestadores de serviço foram executados. 

FÉRIAS - O Poder Executivo sempre primou pela garantia dos direitos do funcionalismo público. Prova disso foram os inúmeros ganhos concedidos à categoria nos últimos sete anos. Para continuar honrando com o pagamento em dia dos salários de todos os servidores, um decreto, com validade de 120 dias, orienta aos efetivos e comissionados a não requerer neste momento as férias que vão vencer até dezembro, uma vez que em função da crise, o município não dispõe de recursos extras para pagamentos. Entretanto, quem está com acúmulo de férias vencidas, pode programá-las para tirar na sua integralidade em qualquer período desse ano.

quinta-feira, 3 de março de 2016

SBT CIDADE - Resgate de Barra de São João é destaque no noticiário regional

RESGATE DE BARRA DE SÃO JOÃO

https://www.facebook.com/melloimell#

EXERCÍCIO FÍSICO É BOM!!!

BOA TARDE GALERA DO BEM
Além dos benefícios para o corpo, atividade física ajuda a combater depressão!!!
Os benefícios da atividade física são muitos. Não apenas para o corpo, no qual ocorre diminuição do percentual de gordura, aumento da massa magra e da resistência muscular, mas também para a saúde, com a diminuição da frequência cardíaca e o ganho de condicionamento físico que previne as temidas lesões causadas por esforço repetitivo, vícios de posturas incorretas, entre outros.
ENTÃO......

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Comer uma pizza por dia ajuda emagrecer, diz chefe italiano

Criador da dieta da pizza, Pasquale Cozzolino diz que conseguiu emagrecer 50 quilos em cinco meses

Comer uma pizza margherita por dia pode ajudar a emagrecer. Essa é a ideia de uma dieta criada em Nova York por um napolitano, o chefe Pasquale Cozzolino, de 38 anos, que é dono, junto a Rosario Procino, da pizzaria Ribalta, a poucos passos da movimentada região da Union Square.
Pasquale Cozzolino, chef que criou a dieta da pizza
Reprodução/Facebook
Pasquale Cozzolino, chef que criou a dieta da pizza

O italiano, que agora aparece nas primeiras páginas dos jornais dos Estados Unidos, diz que perdeu 50 quilos com uma dieta à base de uma pizza margherita por dia durante cinco meses. Para os norte-americanos, e para tantas outras pessoas que consideram o alimento uma "junk food", o resultado é no mínimo surpreendente.
Segundo o chefe, a ideia da dieta apareceu quando nenhuma outra deu certo. "O problema das dietas é que elas cansam rapidamente e em pouco tempo todos os quilos perdidos com sacrifício são recuperados. Após diversos fracassos, e um problema de saúde, eu decidi que conseguiria os resultados desejados comendo o que quisesse", explicou Cozzolino em entrevista à Ansa. 
A pizza é um alimento completo. Ele contém proteínas, carboidratos, vitamina C, minerais e antioxidantes que agem na prevenção dos tumores. E foi com ele que o italiano, de 1,97 metro, passou de 170 quilos para 124 quilos. O seu objetivo ainda é o de chegar a 105 quilos.
"Uma margherita tem entre 540 e 570 calorias e te deixa satisfeito. Já de noite eu costumo comerpeixe e verduras. Eu faço a dieta cinco dias por semana. E em um dos dias eu tenho um 'cheating day" [dia de folga], quando como o que quiser", conta.
A dieta à base de pizza, feita apenas do modo napolitano, ou seja, fermentada de 24 a 36 horas, encontrou também apoio de nutricionistas da cidade de Nova York. "O corpo humano absorve melhor uma comida com um longo período de fermentação e, como um iogurte, ajuda a manter uma boa flora intestinal, que quando emfalta causa problemas na hora de perder peso", comenta a nutricionista Amy Shapiro.

OMS orienta que mães não deixem de amamentar filhos por medo da zika

Ainda que vírus tenha sido detectado no leite de duas mães com a doença, não há prova que isso leve à transmissão

Boom do número de casos de zika vírus tem levado preocupação a mães em todo o mundo
Istockphoto
Boom do número de casos de zika vírus tem levado preocupação a mães em todo o mundo
A Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou, nesta quinta-feira (25), que as mulheres nos países afetados pelo zika vírus devem seguir amamentando seus bebês normalmente, apesar das preocupações com a doença. Segundo a agência, não há prova de que o vírus possa infectar as crianças por meio da amamentação.

A OMS afirma que, ainda que o zika vírus tenha sido detectado no leite materno de duas mães que tinham a doença, não há relatos de que a enfermidade seja transmitida aos bebês por meio da amamentação.O zika é tratado como uma emergência global por causa da suspeita cada vez mais forte de que existe relação entre o aumento de casos de microcefalia no Brasil. Além disso, o vírus tem se disseminado rapidamente pelas Américas, especialmente no Brasil e nos países vizinhos.

Saiba mais sobre o zika vírus:
Assim como a dengue e o chicungunya, o mosquito aedes aegypti é o transmissor do zika vírus. Foto: iStock
A fêmea do Aedes aegypti pica alguém infectado e, depois de um tempo de replicação do vírus dentro dela,  passa a transmitir a doença na próxima vez que o inseto picar outra pessoa . Foto: iStock
Febre alta, dor atrás dos olhos, conjuntivite, vômitos, diarreia, dor abdominal, falta de apetite, inchaço e inflamação nos pés e braços, coceira e manchas pelo corpo e dores nas articulações são sintomas da doença . Foto: iStock
Não há vacina para a doença, o tratamento se concentra em aliviar os sintomas. O ideal é ficar de repouso, se hidratar e tomar analgésico receitado pelo médico . Foto: iStock
Relacionada ao zika vírus, a microcefalia podem apresentar atraso mental, déficit intelectual, paralisia, convulsões, epilepsia, autismo e rigidez dos músculos. A doença é grave e não tem cura. Foto: iStock
O zika vírus pode ter entrado no Brasil com torcedores estrangeiros durante a Copa do Mundo, em 2014, mas não há confirmação deste fato . Foto: iStock
Bairro onde se desenvolve o projeto com mosquitos geneticamente modificados  registrou apenas um caso de dengue desde julho. Foto: iStock
Da mesma forma que com a dengue, o foco para diminuir a epidemia é eliminar os criadouros do Aedes aegypti. Foto: iStock
Aplicar repelente contra insetos também é indicado . Foto: iStock
Bairro onde se desenvolve o projeto com mosquitos geneticamente modificados registrou apenas um caso de dengue desde julho. Foto: iStock
7/9
A entidade afirmou ainda que não houve casos de bebês que tenham sofrido de problemas neurológicos graves ou qualquer dano cerebral por terem sido infectados com zika após o nascimento.

Teste: você está bem informado sobre dengue, zika e chikungunya?

Grave epidemia de doenças do Aedes aegypti exige que a população se informe sobre os modos de prevenção e as maneiras de evitar a proliferação do mosquito; teste o seu nível de preparo

O Aedes aegypti já causava preocupação pela transmissão de dengue e da febre chikungunya. No entanto, no ano passado, o temor ficou ainda maior, pois o mosquito começou a ser responsável também pela infecção do zika vírus. Agora, em 2016,       é necessário ter muito mais cuidado com essas doenças, principalmente durante       o verão. Mas você sabe como o mosquito transmite essas arboviroses? Os sintomas de cada uma?