Loading...
Loading...
Loading...

Psicologo

Loading...

Gospel

  • http://www.agenda21comperj.com.br
  • http://www.youtube.com/watch?v=alPaK2NQfyw
  • http://www.youtube.com/watch?v=alPaK2NQfyw

Terra - RSS - Terra Brasil

urgente , urgente!!!!!!!

Loading...

Pesquisar este blog

Carregando...

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Super-Homem e Madonna estão entre os candidatos das eleições de 2014

Candidatos com apelidos inusitados apostam no humor para atrair atenção do eleitor; veja os nomes mais curiosos

No jogo pesado para conquistar a atenção do eleitor num mar de candidatos, vale tudo, até bancar o super-herói ou mesmo pegar carona na fama de celebridades internacionais.  Esse é o caso dos aspirantes a deputados estaduais Jhôw Super-Homem (PRB) e Madonna da Compensa (PRP), que concorrem por Alagoas e Amazonas, respectivamente.
Eles são exemplos da expressiva  vertente de candidatos que veem o humor como o caminho mais curto e eficaz para ter um assento na Assembleia Legislativa de seus Estados.
As eleições deste ano prometem um chuva de personagens insólitos nos palanques. Nomes como "Cição Bandido" (PHS/RN), "Cara de Hambúrguer" (PT/BA) e "Zé Macedo - Acorda Cedo" (PTN/CE) se destacam entre as fichas de candidaturas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a vagas de deputados federais e estaduais pelo País, sendo comentados nas redes sociais por internautas.
Veja na galeria abaixo candidatos com nomes curiosos:   
'Jhôw o Super-Homem': o comerciário Josenildo Tenório da Silva (PRB/AL) é candidato a deputado estadual. Foto: Reprodução/TSE
1/42
Fora das eleições, o Super-Homem volta à realidade na pele do despachante Josenildo Tenório da Silva, de 45, no centro comercial de Maceió. É a quinta vez que ele tenta conquistar um cargo público. Nas eleições anteriores, candidatou-se a vereador, deputado federal e deputado estadual. A persistência, no entanto, não teve repercussão nas urnas. Silva nunca ganhou mais de 105 votos. Ele acredita – mesmo sem provas – que foi roubado nas urnas.
“Não tenho prova, mas cadê os meus votos? Trabalho há 12 anos no Shopping Farol e todo mundo me conhece. Só lá tem mais de 200 pessoas e todos prometeram votar em mim. E só tenho 105 votos?”, desabafa o despachante, acrescentando ainda que a identificação biométrica com digitais trará mais veracidade às eleições. “Aí não vai dar para me roubar.”
Arquivo pessoal
Jhôw Super-Homem em campanha levanta coletivo e carros nas ruas de Maceió, em Alagoas


Mas mesmo assim, Silva não deixou os resultados últimas eleições o abaterem. Agora, vestido de super-herói, ele espera superar o passado. Uma de suas inspirações é a música “Criminalidade”, de Edson Gomes.
 “Sempre mudo o nome de urna. Já fui Josenildo Tenório, Jhôw MacLaren (com letra a mesmo) e agora Jhôw Super-Homem. Essa sacada do herói vai mudar tudo”, aposta o candidato, que não teme confundir os eleitores com tantas mudanças.  
Se conquistar a vaga de deputado, o alagoano promete construções de orfanato para crianças em situações de rua, atrair indústrias ao Estado e redução dos impostos. Além disso, o candidato promete usar seus 'superpoderes' para combater o analfabetismo, usando um metódo revolucionário criado por ele.
"Usei cobaias aqui que só conseguiam identificar sílabas ‘ba’, ‘be’, ‘bi’. Se ficam comigo por até 20 horas, elas saem daqui lendo revistas e jornais”, garante Jhôw Super-Homem. Ao ser questionado sobre detalhes da fórmula milagrosa, Silva não responde, dizendo que só dará detalhes quando for eleito. 
Arquivo pessoal
Após dois anos, Madonna está menos loira mas segue com o apelido nos santinhos de 2014
Madonna do Amazonas
As discretas mechas loiras no cabelo da dona de casa Iranete Souza, de 37, renderam um apelido para a vida toda. O novo nome surgiu em meados de 2012, quando trabalhava como cobradora de ônibus e dividia a rotina de trabalho com o motorista Jesus.
“Eu tinha acabado de pintar o cabelo. Aí falaram que estava quase loira e ainda era acompanhada pelo Jesus, assim como a Madonna na época [que namorava o modelo Jesus Luz]”, explicou.
As reuniões diárias com eleitores no bairro da Compensa, onde vive com o filho de 15 anos, costuram a segunda eleição da dona de casa. Na primeira corrida eleitoral, em 2012, ela ganhou 700 votos como candidata à vereadora – mesmo com um santinho nada atraente, segundo a candidata.
“Deus me livre daquele santinho, fiquei horrível porque o fotógrafo não sabia arrumar meu cabelo”. Se eleita, ela promete dedicar todo o possível mandato às comunidades carentes e aos ajudantes comunitários dos bairros amazonenses.
Sobre possíveis críticas ao nome de urna e acusações de que, supostamente, não levaria a política a sério, a dona de casa garante que só recebe elogios nas ruas de Manaus. “É comum ouvir que meu apelido combina muito mais comigo do que Iranete. E que sou bem mais bonita ao vivo do que nos benditos santinhos”, conta aos risos.
Para ela, faz parte da vida política apostar no carisma e simpatia com os eleitores. “Muitos candidatos ‘cara fechada’ e sem apelido ganham as eleições, mas não fazem nada pelo povo. Melhor ganhar brincando e ainda provocar mudanças”, a conclui a Madonna amazonense.

    Caixa-preta do avião da Air Algerie é encontrada no Mali, diz presidente francês

    Destroços foram encontrados no norte do país; para François Hollande, 118, e não 116, pessoas estavam a bordo da aeronave

    Soldados franceses garantiram terem encontrado a caixa-preta do avião da Air Algerie que caiu em uma região ocupada por rebeldes no norte do Mali, nesta sexta-feira (25), de acordo com presidente francês.
    AP
    Foto do Exército francês mostra destroços do avião argelino que caiu no Mali na quinta-feira (24)

    Um ataque terrorista foi descartado sobre a possível causa do acidente. Segundo as autoridades, o mau tempo é a razão mais provável para a catástrofe que matou todos a bordo.
    Pelo menos 116 pessoas foram mortas no desastre, metade deles franceses. O presidente François Hollande disse que o número de vítimas é 118, uma discrepância que não pôde ser imediatamente esclarecida.
    Uma das duas caixas-pretas foi recuperada dos destroços na região de Gossi, no Mali, perto da fronteira com Burkina Fasso, e levada para o norte da cidade de Gao, onde um contingente francês está localizado, informou Hollande a repórteres após uma reunião de emergência com ministros do governo.
    "Infelizmente não houve sobreviventes", disse Hollande. "Eu compartilho a dor das famílias que vivem essa terrível provação."
    Uma equipa de investigadores franceses de acidentes aéreos está sendo enviado para o Mali, disse ele. Segundo a Air Algerie e a companhia aérea privada espanhola Swiftair, que operava o voo AH5017 na quinta-feira, havia 116 pessoas a bordo.
    A televisão francesa mostrou imagens da cena do local do acidente feitas por soldados de Burkina Fasso. As imagens mostram uma área com os restos do avião. Havia pedaços de metal retorcido, mas sem partes identificáveis​​, como fuselagem ou cauda, ​​e corpos das vítimas. Pode-se ver ainda a vegetação rasteira espalhada ao fundo.
    Os militares de Burkina Fasso foram os primeiros a chegar ao local, aparentemente na quinta. O general Gilbert Diendere, um assessor próximo do presidente de Burkina Fasso, Blaise Compaor, e chefe do comitê de crise criada para investigar o desastre, disse após ver as imagens que "As pessoas esperavam ver o avião pousado em algum lugar, mas infelizmente encontraram detritos espalhados por 500 metros, o que faz a área de buscas ser muito, muito difícil."
    Segundo o premiê de Burkina Fasso, Luc Adolphe Tiao, após revisar vídeos do local, a identificação das vítimas será um desafio.
    "Vai ser difícil reconstituir os corpos das vítimas", disse em coletiva. "Os restos mortais estão muito espalhados."
    Entre os passageiros estão 51 franceses, 27 cidadãos de Burkina Fasso, oito libaneses, seis argelinos, cinco canadenses, quatro alemães, dois cidadãos de Luxemburgo, um suíço, um belgo, um egípcio, um ucraniano, um nigeriano, um camaronês e um maliano, de acordo com Ouedraogo. Os seis membros da tripulação são espanhois, de acordo com o sindicato dos pilotos espanhóis.
    A equipe espanhola que pilotava o avião havia avisado que mudaria de rota "devido a condições meteorológicas particularmente difíceis", indicou ontem o chefe de Estado.
    "O Gabinete de Inquéritos sobre Acidentes, vinculado ao Ministério dos Transportes, também enviou peritos para o local que vão conduzir as investigações necessárias", acrescentou Hollande.

    Israel rejeita proposta por cessar-fogo em Gaza, segundo fonte do governo

    Os detalhes não foram divulgados, mas funcionário do governo disse que Israel modificaria proposta; o Hamas não respondeu

    O gabinete de segurança do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, rejeitou propostas para um cessar-fogo na Faixa de Gaza e está buscando mudanças nos planos, disse uma fonte do governo nesta sexta-feira (25).
    Reuters
    Muçulmanos macedônios, a maioria mulheres e crianças, protestam contra ação militar de Israel em Gaza, em Skopje


    John Kerry, secretário de Estado norte-americano, tem pressionado pelo fim dos combates entre Israel e o Hamas na Faixa de Gaza após o número de civis mortos ter disparado e ameaça se espalhar para a Cisjordânia ocupada e também Jerusalém.
    Com Israel e combatentes islâmicos do Hamas apresentando termos aparentemente irreconciliáveis para uma trégua, Kerry fez diversas ligações do Egito enquanto seus auxiliares deixaram claro que sua paciência estava se esgotando.
    A urgência foi causada pela morte, na quinta, de 15 pessoas em uma escola da ONU onde civis buscam abrigo, no norte da Faixa de Gaza, em um ataque atribuído por autoridades locais à artilharia de Israel.
    Israel disse que suas forças sofreram ataques de guerrilheiros palestinos na área da escola e revidaram fogo, e acusou o Hamas de evitar que qualquer remoção de civis fosse realizada.
    Autoridades de Gaza disseram que ataques de Israel mataram 27 nesta sexta, incluindo o chefe de mídia do Jihad Islâmico, aliado do Hamas, e também seu filho. Assim, o número de mortos palestinos em Gaza em 18 dias já supera 800, a maioria civis.
    Detalhes sobre a trégua proposta não foram divulgados, mas o funcionário do governo, que não quis ser identificado, afirmou que Israel queria modificações antes de aceitar qualquer fim das hostilidades. O Hamas ainda não respondeu à proposta de cessar-fogo.
    Ataques
    Uma aeronave israelense atingiu 30 casas na Faixa de Gaza nesta sexta matando um líder do grupo militante Jihad Islâmica e dois de seus filhos, enquanto Gabinete de Segurança de Israel decide se vai ou não expandir sua operação ou considerar ideias de cessar-fogo. Tropas terrestres israelenses e atiradores do Hamas travaram batalhas intensas no norte e centro do território, de acordo com autoridades palestinas.
    O Exército israelense afirma ter atingido 45 locais em Gaza, incluindo o que ele diz ter sido um posto de comando militar do Hamas enquanto militantes de Gaza continuaram a disparar dezenas de foguetes contra Israel - um deles atingiu uma casa vazia.
    No 18º dia dos conflitos, um dos planos pedia trégua humanitária de cinco dias durante o qual Israel e o Hamas deverão negociar novos acordos sobre as fronteiras que bloqueiam Gaza, disse Hana Amireh, um alto funcionário da Organização pela Libertação da Palestina na Cisjordânia, que está envolvido nos esforços de trégua.
    O Hamas diz que não haverá trégua sem garantias internacionais de que o Egito e Israel vão abrir postos de fronteira da Faixa de Gaza e acabar com seus sete anos de bloqueio. Israel e Egito estão relutantes em aliviar o bloqueio, temendo que isso permita que o Hamas acerre seu controle sobre Gaza.
    Segundo porta-voz do governo israelense, Mark Regev, o chefe do Hamas, Khaled Mashaal, "coloca tantos pré-requisitos para o cessar-fogo que tornará a trégua impossível."
    A imprensa israelense informou que o Exército do país quer mais tempo para continuar a destruir locais utilizados para disparos de foguetes e túneis que vão de Gaza para Israel. O Hamas tem utilizado esses canais para realizar ataques. Os militares dizem ter encontrado 31 túneis, mas apenas cerca de um terço foi destruído até agora.
    Manifestações
    Na Cisjordânia ocupada, onde o presidente palestino, Mahmoud Abbas, que tem o apoio dos EUA, governa em uma incômoda coordenação com Israel, cerca de 10 mil manifestantes marcharam em solidariedade com Gaza durante a noite, uma escala que relembra revoltas do passado.
    Manifestantes foram até um ponto de controle de Israel, atirando pedras e coquetéis molotov, e médicos palestinos disseram que uma pessoa morreu a tiros e 200 ficaram feridas quanto as tropas abriram fogo.
    Nesta sexta, a polícia paramilitar israelense ficou em estado de alerta para quaisquer ocorrências na mesquita mais importante de Jerusalém durante as orações para a etapa final do mês sagrado muçulmano do Ramadã.
    Yitzhak Aharonovitch, ministro da polícia de Israel e membro do gabinete de segurança, disse estar realizando diversas consultas sobre como conter as crescentes hostilidades. “Temos uma noite muito difícil”, disse ele à rádio do Exército de Israel. “Espero que consigamos passar bem o dia hoje."

    Temerosa com seca, população de SP investe em tambores e caixas d´água

    Levantamento de fabricantes e revendedoras indica aumento de mais de 100% na venda de produtos para estocar água

    Desde pequena, Alda Novack aprendeu com o pai, no interior do Paraná, a importância de se economizar água. Há mais de 50 anos, o que utiliza para lavar roupas no tanque é mais tarde reaproveitado para limpar quintal e banheiro; a manutenção das plantas do jardim particular é feita com as sobras da lavagem de frutas e verduras. Entretanto, o temor de ficar totalmente sem o recurso devido à crise de abastecimento dos reservatórios Cantareira e Alto Tietê nos últimos meses a levou a buscar novas alternativas para o dia a dia.
    Moradora de uma região que há meses convive com um racionamento não-anunciado todas as noites - o Jardim Damasceno, na zona norte da capital paulista -, a aposentada de 67 anos investiu há exatamente duas semanas cerca de R$ 110 na compra de dois grandes tambores com capacidade de 225 litros cada. Os reservatórios se juntam a outros já mantidos por dona Alda na residência onde vive com dois filhos, uma neta e uma nora, como baldes velhos e duas caixas d´água com capacidade total de armazenamento de mais de 800 litros.
    "Comprei os tambores por sentir um medo verdadeiro de que as represas venham a secar. Fico desesperada vendo as notícias diariamente sobre a atual situação da água em São Paulo", diz Alda, por enquanto com apenas um dos recipientes cheio, já que aguarda, esperançosa, pelas chuvas previstas para esta sexta-feira (25) para abastecer o outro. "Os tambores só serão usados em caso de necessidade extrema mesmo. Aquele que enchi está tampadinho. Espero não precisar usá-lo, mas, do jeito que as coisas andam, ele pode ajudar a família a passar tranquila por alguns dias difíceis."
    Dona Alda não é nem de longe um caso isolado. Em toda a Grande São Paulo tem havido sensível aumento na procura de produtos que ajudem a população a amainar os problemas causados por um possível desabastecimento na região - e, claro, para lidar com os próprios racionamentos, oficialmente rechaçados pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) mas já em voga em diversos bairros da cidade e municípios de seu entorno.
    Uma das maiores redes de lojas de materiais para construção da região sudeste do País, a Telhanorte registrou, apenas no primeiro trimestre de 2014, um aumento de 150% nas vendas de caixas d´água de maior litragem - entre 1.500 e 2.500 litros - no Estado. A tendência é corroborada por dados Tigre e da Fortlev, principal fabricante do recipiente no País, que desde fevereiro precisou passar a usar as fábricas de Santa Catarina, Bahia e Espiríto Santo para suprir o recrudescimento da demanda na população paulista.
    "Muitas pessoas aproveitaram o atual momento de crise hídrica para realizar a troca da caixa d’água em sua residência, optando por modelos maiores ou até mesmo adquirindo um reservatório a mais para se precaver de possíveis racionamentos ou faltas de água", explica o diretor de marketing e compras da Telhanorte, Juliano Ohta. "É um cliente que faz parte de uma crescente demanda de consumidores conscientes, que buscam alternativas ecoeficientes para promover a economia de água, sobretudo na capital paulista."

    NOTICIAS DE CASIMIRO DE ABREU

     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     

    NOTICIAS DE CASIMIRO

    Inimigos da HP e Thiago Mastra são as atrações principais da Festa de Integração dos Bairros em Casimiro de Abreu
    A banda Inimigos da HP e a revelação do sertanejo universitário, Thiago Mastra, são as atrações principais da Festa de Integração dos Bairros, em Casimiro de Abreu, que ...

    CREAS de Casimiro realiza palestras para idosos
    Casimiro de Abreu recebe recursos federais para tratamento de esgoto
    Pré-Enem de Casimiro de Abreu abre vagas para professores