Loading...
Loading...
Loading...

Psicologo

Loading...

Gospel

  • http://www.agenda21comperj.com.br
  • http://www.youtube.com/watch?v=alPaK2NQfyw
  • http://www.youtube.com/watch?v=alPaK2NQfyw

Terra - RSS - Terra Brasil

urgente , urgente!!!!!!!

Loading...

Pesquisar este blog

Carregando...

terça-feira, 7 de outubro de 2014

FALA CASIMIRO

Oficinas de teatro, literatura e artes plásticas compõem programação do EPOCABREU
Trabalho e Renda oferece novos cursos gratuitos de qualificação
Ação ambiental em Barra de São João alerta para os impactos do microlixo
Semana Nacional de Ciência e Tecnologia vai mobilizar estudantes em Casimiro de Abreu

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Secretaria de Saúde promove atividades em semana dedicada a Melhor Idade




Pensando em elevar a autoestima dos pacientes que participam do Programa Saúde do Idoso e também em oferecer a eles orientações importantes sobre saúde na fase da melhor idade, a Secretaria de Saúde aproveitou o Dia Internacional do Idoso, celebrado no dia 1º de outubro, e desenvolveu atividades específicas para este público durante a semana. 

Na última segunda-feira, dia 29, aconteceu uma palestra que abordou as doenças  que geralmente atinge os idosos nesta fase, como o mal de Alzheimer, diabetes, depressão e hipertensão. O encontro aconteceu na Sala Popular de Cinema Humberto Mauro e contou com a participação de um médico geriatra e da coordenadora do programa, Clidéia Couto. 

Na data em que é celebrada a data, dia 1º, a Unidade Básica de Saúde de Barra de São João promoveu um café da manhã e uma caminhada para os pacientes do projeto no Praião, ponto turístico do distrito. Eles fizeram alongamentos, com a supervisão de um fisioterapeuta e foram acompanhados por profissionais da saúde durante a caminhada. 

 “Temos uma grande preocupação em promover a saúde física e mental dos munícipes desta faixa etária. Aproveitamos esta data comemorativa para realizar as atividade, com o objetivo de mostrar a importância que a população idosa, que tanto contribuiu para a sociedade, tem para nós”, destacou o secretário de saúde, Edson Mangefesti.

SOBRE O PROGRAMA - O Programa Saúde do Idoso promove o atendimento de pacientes acima de 60 anos e possui profissionais especialistas somente para isto, como geriatras, psicólogos, nutricionistas, pneumologistas e psiquiatras. Além disso, promove o incentivo à participação das demais atividades desenvolvidas pelo município e que promovam a inclusão social e o bem-estar deste idoso.

FALA CASIMIRO


Caminhada contra a pornografia e drogas vai reunir mais de 4 mil pessoas em Casimiro de Abreu
Micro-empreendedores individuais poderão participar de licitações
Exposição homenageia Dorival Caymmi no ano de centenário de seu nascimento
CRAS de Casimiro de Abreu realiza reuniões de projetos
O Instituto Nacional do Câncer, órgão do Ministério da Saúde, recomenda, para a população em geral, como método de rastreamento, que a partir dos 50 anos e até os 69 anos as mulheres realizem uma mamografia a cada dois anos pelo menos. Mas cada médico tem a autonomia para indicar o exame quando achar necessário.
Segundo o Inca, pessoas com parentes de primeiro grau (mães, irmãs) com a doença devem receber acompanhamento médico a partir dos 35 anos e realizar os exames indicados pelo profissional. Excesso de exames causa estresse e apreensão desnecessários. A mamografia também é recomendada antes de iniciar terapia de reposição hormonal, e durante a reposição anualmente, e também antes de cirurgia plástica.
Câncer de mama
O câncer de mama é o mais incidente em mulheres, representando 23% do total de casos de câncer no mundo em 2008, com aproximadamente 1,4 milhão de casos novos naquele ano. É a quinta causa de morte por câncer em geral (458.000 óbitos) e a causa mais frequente de morte por câncer em mulheres.

A taxa de mortalidade por câncer de mama ajustada pela população mundial apresenta uma curva ascendente e representa a primeira causa de morte por câncer na população feminina brasileira, com 11,3 óbitos para 100.000 mulheres em 2009. As regiões Sudeste e Sul são as que apresentam as maiores taxas, com 12,7 e 12,6 óbitos para 100.000 mulheres em 2009, respectivamente.No Brasil, excluídos os tumores de pele não melanoma, o câncer de mama também é o mais incidente em mulheres de todas as regiões, exceto na região Norte, onde o câncer do colo do útero ocupa a primeira posição. Para o ano de 2012 foram estimados 52.680 casos novos, que representam uma estimativa de 52 casos para 100 mil mulheres. E há a estimativa de 12 mortes para 100 mil habitantes.
Estima-se que por meio da alimentação, nutrição e atividade física é possível reduzir em até 28% o risco de a mulher desenvolver câncer de mama. Nos homens, alguns fatores de risco são iguais aos das mulheres: histórico familiar, obesidade, sedentarismo e antecedente de patologias mamárias.
Outros fatores de risco como ginecomastia (isso pode ocorrer com aplicações de hormônio), hiperestrogerismo, doença testicular, doença hepática, fratura óssea acima de 45 anos e a síndrome de Klinefelter podem também ser perigosos.
Dicas
A obesidade deve ser evitada por meio de dieta equilibrada e a prática regular de exercícios físicos são importantes. A ingestão de álcool, mesmo em quantidade moderada, é contraindicada, pois é fator de risco para esse tipo de tumor, assim como a exposição a radiações ionizantes em idade inferior aos 35 anos.

No vídeo ao lado, o ginecologista José Bento e a oncologista Marina Sahade tiram dúvidas dos internautas.
Estudos apontam que o brócolis é um alimento que pode auxiliar na prevenção do câncer de mama, porque contém indole 3 carbinol. Outros crucíferos como a couve-flor e repolho também contém essa substância que é anti-cancerígena.
Ainda não há certeza da associação do uso de pílulas anticoncepcionais com o aumento do risco para o câncer de mama. Podem estar mais predispostas a ter a doença mulheres que usaram contraceptivos orais de dosagens elevadas de estrogênio, que fizeram uso da medicação por longo período e as que usaram anticoncepcional em idade precoce, antes da primeira gravidez.
O INCA não estimula o autoexame das mamas como método isolado de detecção precoce do câncer de mama. A recomendação é que o exame das mamas pela própria mulher faça parte das ações de educação para a saúde que contemplem o conhecimento do próprio corpo.

Evidências científicas sugerem que o autoexame das mamas não é eficiente para a detecção precoce e não contribui para a redução da mortalidade por câncer de mama. Além disso, traz consequências negativas, como aumento do número de biópsias de lesões benignas, falsa sensação de segurança nos exames falsamente negativos e impacto psicológico negativo nos exames falsamente positivos. O exame das mamas feito pela própria mulher não substitui o exame físico realizado por profissional de saúde (médico ou enfermeiro) qualificado para essa atividade.

O exame clínico das mamas, quando realizado por um médico ou enfermeira treinados, pode detectar tumor de até 1 (um) centímetro, se superficial. Deve ser feito uma vez por ano pelas mulheres entre 40 e 49 anos.
A mamografia (radiografia da mama) permite a detecção precoce do câncer, ao mostrar lesões em fase inicial, muito pequenas (medindo milímetros). Deve ser realizada a cada dois anos por mulheres entre 50 e 69 anos, ou segundo recomendação médica.
Mulheres muito jovens que necessitarem investigar nódulos devem associar ultrassom e mamografia, pois a mamografia muitas vezes não consegue detectar lesões e mamas muito jovens e muito densas.
Você sabia?
Embora a hereditariedade seja responsável por apenas 10% do total de casos, mulheres com história familiar de câncer de mama, especialmente se uma ou mais parentes de primeiro grau (mãe ou irmãs) foram acometidas antes dos 50 anos, apresentam maior risco de desenvolver a doença.

Esse grupo deve ser acompanhado por médico a partir dos 35 anos. É o profissional de saúde quem vai decidir quais exames a paciente deverá fazer. Primeira menstruação precoce, menopausa tardia (após os 50 anos), primeira gravidez após os 30 anos e não ter tido filhos também constituem fatores de risco para o câncer de mama. Mulheres que se encaixem nesses perfis também devem buscar orientação médica. As formas mais eficazes para a detecção precoce do câncer de mama são o exame clínico e a mamografia.
A mulher tem direito a reconstruir a mama se ela tiver de ser retirada após um câncer, inclusive pelo SUS e pelos planos de saúde, mas muitas mulheres ainda demoram anos para ter acesso à cirurgia.
De acordo com o Ministério da Saúde, atualmente existem 1.535 mamógrafos no SUS. Uma auditoria do Denasus, iniciada em 2011, mostrou que 1.293 estão em uso (84%) e 224 sem uso (14 estão na embalagem e 18 não houve registro). O Ministério informou ainda que nos casos de mamógrafos quebrados, a administração local deve encaminhar a paciente para um hospital que tenha convênio com o SUS para fazer o exame. As dúvidas podem ser tiradas pelo Disque Saúde -- 136.

Mamografia pode ajudar a detectar precocemente câncer de mama

Exame deve ser feito em casos de pessoas com fatores de risco.
Câncer de mama é o tipo mais incidente em mulheres.

A mamografia é a radiografia das mamas, um exame que utiliza radiação para revelar possíveis alterações no órgão e que exige a compressão suportável das mamas para uma melhor detecção de nódulos e possíveis tumores.
Esse exame faz parte de um conjunto de ações que auxiliam a detectar precocemente o câncer de mama, tipo que mais mata as mulheres, e a tratá-lo. Ainda existe dificuldade de acesso à mamografia no Brasil pelo SUS porque os mamógrafos são subutilizados pela falta de funcionários e manutenção, entre outros problemas.

Para mulheres jovens com até 35 anos, o ultrasom é mais indicado porque o tecido mamário é mais denso. Se essas mulheres fizerem mamografia, não vai aparecer nada, a glândula mamária fica opaca. Com o passar dos anos, parte do tecido mamário se transforma em gordura e, neste caso, a mamografia é mais eficaz e enxerga melhor o tecido gorduroso.

No caso de pessoas com próteses mamárias, é feito o ultrasom e a mamografia. O diagnóstico da mamografia é um pouco mais difícil porque a mama não pode ser tão apertada. Algumas manobras, como separar o tecido mamário da prótese, são feitas para alcançar o melhor diagnóstico.
Arte Bem Estar Mamografia (Foto: Arte/G1)

Câncer de mama atinge 156 mulheres por dia no Brasil, segundo o Inca

Estimativas do Inca indicam que a doença será responsável por 57.120 novos casos em 2014

Outubro Rosa é o mês de união e combate ao câncer de mamaGetty Images
O Outubro Rosa, mês de conscientização e combate do câncer de mama, começa nesta terça-feira (1º) e busca alertar a população feminina sobre os riscos e a necessidade de diagnóstico precoce desse tipo de tumor, que é o segundo mais recorrente no mundo, perdendo apenas para o de pele.
No Brasil, estimativas do Inca (Instituto Nacional de Câncer), indicam que a doença será responsável por 57.120 novos casos até o fim deste ano, representando 156 diagnósticos por dia. Em relação ao ano de 2012, são 4.440 ocorrências a mais da doença. Para o mastologista José Luiz Bevilacqua, chefe de mastologia do A.C. Camargo Cancer Center, dentre as razões para o aumento da incidência, está a adoção do novo estilo de vida das mulheres.
— Algumas escolhas femininas podem justificar os novos números, entre elas, maternidade tardia [depois dos 30 anos], não ter filhos, consumo de bebida alcoólica, má alimentação que leva ao sobrepeso e obesidade e sedentarismo.
Além desses fatores de risco, o médico acrescenta que mulheres com história familiar de câncer de mama, especialmente se uma ou mais parentes de primeiro grau (mãe ou irmãs) foram acometidas antes dos 50 anos, apresentam mais chances de desenvolver a doença.
— Neste caso, dependendo da avaliação do especialista, os exames para rastreamento devem começar dez anos antes do caso mais jovem na família. Caso a mulher não tenha histórico familiar, a mamografia deve ser iniciada a partir dos 40 anos.
Como o número de casos aumenta de forma acelerada após os 50 anos, Bevilacqua chama a atenção para o diagnóstico precoce, que resulta em mais chances de cura.
— Se detectado na fase inicial, as chances de cura são de 90% a 99%. Nos estágios mais avançados da doença, elas caem para 40% a 50%.
De acordo com o Inca, a taxa de mortalidade continua elevada, muito provavelmente porque a doença é diagnosticada em fases avançadas. Projeção da OMS (Organização Mundial da Saúde) mostra 27 milhões de novos casos de câncer para o ano de 2030 em todo o mundo e 17 milhões de mortes pela doença. Segundo o órgão, os países em desenvolvimento serão os mais afetados, entre eles o Brasil

Outubro Rosa: monumentos do Brasil mudam de cor para chamar atenção ao câncer de mama

AnteriorO palácio do Planalto, em Brasília (DF), também mudou de corPróxima
O palácio do Planalto, em Brasília (DF), também mudou de cor
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Outubro Rosa: campanha de combate ao câncer de mama começa nesta quarta (1) em Brasília

 -30.09.2014 - 20h15 | Atualizado em 30.09.2014 - 20h38

O Congresso Nacional ganhou iluminação rosa para lembrar a importância da prevenção do câncer de mama (José Cruz/ABr)
Começa nesta quarta-feira (1) em Brasília a campanha Outubro Rosa, com o objetivo de mobilizar a sociedade sobre a importância do exame preventivo de câncer de mama. A partir das 18h30 prédios e monumentos públicos serão ilumiados com a cor rosa. A campanha deste ano terá também a exposição Recomeçar, que traz fotos de mulheres mastectomizadas (operação de retirada do seio). Após discursos de autoridades e anúncio da programação da campanha, haverá show musical com Dona Gracinha da Sanfona e Célia Porto e Panteão da Pátria Tancredo Neves – Praça dos Três Poderes.
Com o tema "Informação transparente, decisão consciente", a campanha no Distrito Federal pretende orientar as mulheres a procurar a unidade básica de saúde mais próxima de sua casa ou uma das cinco unidades móveis disponíveis para fazerem mamografias, ecografias e exames preventivos. 
Outubro Rosa é uma campanha de conscientização da prevenção do câncer de mama realizada anualmente no mês de outubro. O movimento teve início em 1990 durante a primeira Corrida pela Cura em Nova Iorque. Em 1997 entidades de outras cidades dos EUA começaram a promover atividades voltadas ao diagnóstico e prevenção da doença e o mês de outubro foi escolhido como marco para as ações.

Confira a programação do evento no Distrito Federal

Evento: Lançamento da campanha com acendimento sincronizado de luzes de prédios e monumentos públicos do DF na cor Rosa.
Monumentos e prédios iluminados: Congresso Nacional, Palácio do Planalto, Supremo Tribunal Federal, Biblioteca Nacional, Monumento JK, Palácio do Buriti e Anexo, Catedral, Ponte JK, Palácio da Justiça, Itamaraty, Secretaria Especial de Politicas para as Mulheres da Presidência da República, Delegacia da Mulher e Câmara Legislativa do DF.
Data: 1º/10 – quarta-feira
Local: Panteão da Pátria Tancredo Neves – Praça dos Três Poderes
Horário: 18h30

Data: 4/10 – sábado
Evento: Roda de Capoeira: “Outubro rosa da copoeira na ginga contra o câncer de mama”
Local: Feira do Guará
Horário: 10h
Grupo: N’golo de Capoeira – Mestre Dionísio

Evento: “O Guará tem compromiso com a prevenção”
Data: 10/10 – sexta-feira
Local: Casa da Cultura do Guará – QE 23 – Área Especial do CAVE – próximo ao Kartódromo – Guará II – Telefone: 3383.7277/78
Horário: 20h

Evento: “Caminhada contra o Câncer de Mama” Defensoria Pública do DF
Data: 12/10 – Domingo
Local: Parque da Cidade – Concentração no estacionamento 12
Horário: 8h
Obs: Haverá atendimento Jurídico da Defensoria Itinerante do DF à comunidade.

Evento: Quintas femininas
Data: 16/10/2014 (quinta-feira)
Local: Ala Nilo Coelho – Plenário 2 – Senado Federal
Horário: 10h
Tema: “Câncer de mama: informação transparente, decisão consciente”
Palestrantes: Dra. Carolina Fuschino – Sociedade Brasileira de Mastologia e Dr. Arn Migowski, Sanitarista, epidemiologista, tecnologista da Detecção Precoce e Apoio à Organização de Rede do Instituto Nacional de Câncer do Rio de Janeiro (INCA).
Usuária: Lilian Marinho – Colaboradora da Rede Feminista

Evento: “Caminhada e Corrida contra o Câncer de Mama 2014″
Data: 19/10/2014 – domingo
Local: Início do Eixão Norte do Lazer – na altura do Prédio dos Correios
Horário: 9h
Patrocínio: Secretaria de Esporte do DF
Quantidade de inscrições gratuitas: mil
Percursos: caminhada de 1km, corrida de 5km e 10 km
Observações: As inscrições serão abertas na semana anterior à prova por meio da página da Secretaria de Esporte na Internet. www.corredorderua.com.br
Os corredores e corredoras receberão Kit contendo camiseta, chip, número de peito, sacolinha e medalha de participação. É oferecido lanche na chegada, com fruta, bolachas e suco de caixinha.

Evento: Abertura da exposição fotográfica “Recomeço” no térreo do Palácio do Planalto. (a confirmar)
Data: 16/10/2014
Horário: 10h.

Evento: Quintas Femininas
Data: 23/10/2014 (quinta-feira)
Local: Auditório do prédio Ministério do Esporte – Esplanada dos Ministérios – Bloco A
Horário: 10h
Tema: “Prevenção e tratamento do câncer de mama: avanços e desafios”
Palestrante: Dra. Fernanda Salum – Mastologista – Secretaria de Saúde do DF e Dr. Anderson Silvestrini – Oncologista – Grupo Acreditar.
Usuária: Joana Jeker – presidente da Recomeçar – Entidade de Mulheres Mastectomizadas de Brasília

Evento: Quintas Femininas
Data: 30/10/2014 (quinta-feira)
Local: Auditório da Escola de Assistência Jurídica da Defensoria Públicado DF. Setor Comercial Sul – Edifício Venâncio 2000 – Quadra 8 – 2º andar – telefone: 2196.4409
Horário: 14h
Tema: “Reconstrução mamária”
Palestrante: Dra. Kátia Torres – Cirurgiã plástica – ex-presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica do DF e Dr. Daniel Barbalho – mastologista do Hospital Sírio Libanês unidade Brasília e Dr. Ricardo Caponero – oncologista e presidente do Conselho Técnico da Femama.

terça-feira, 30 de setembro de 2014

MUITO LEGAL

Olhem que genial a campanha criada pela agência de publicidade DDB Moçambique: "Ninguém é imune ao Câncer de Mama".
A campanha traz heroínas diretamente dos quadrinhos para conscientizar as mulheres sobre a importância do autoexame e como todas estão vulneráveis à doença independente de ser uma supermulher ou não.
Vejam que legal:

Foto: Olhem que genial a campanha criada pela agência de publicidade DDB Moçambique: "Ninguém é imune ao Câncer de Mama".
A campanha traz heroínas diretamente dos quadrinhos para conscientizar as mulheres sobre a importância do autoexame e como todas estão vulneráveis à doença independente de ser uma supermulher ou não. 
Vejam que legal:
A Kohberg, maior fabricante de pães da Dinamarca, desenvolveu uma embalagem especial para os pães de centeio - categoria de produto majoritariamente consumida por mulheres como alerta à prevenção do câncer de mama.
Além de deliciosos, a embalagem é uma fofura a parte!! É uma verdadeira explosão de criatividade!

Foto: A Kohberg, maior fabricante de pães da Dinamarca, desenvolveu uma embalagem especial para os pães de centeio - categoria de produto majoritariamente consumida por mulheres como alerta à prevenção do câncer de mama. 
Além de deliciosos, a embalagem é uma fofura a parte!! É uma verdadeira explosão de criatividade!

A MELHOR DEFESA É O ATAQUE

A melhor defesa contra o câncer de mama é o ataque!
Neymar Jr. atacou com tudo e marcou um golaço como protagonista da campanha que tem como objetivo principal ressaltar a importância da detecção precoce do câncer de mama e da prática de exercícios físicos, que podem ajudar na prevenção da doença ou na recuperação de quem está em tratamento. A campanha foi exibida em plena Times Square, ponto mais movimentado de Nova York.
Contar com um nome com tanta evidência mundialmente em um dos painéis mais emblemáticos da publicidade no mundo traz ainda mais visibilidade para a causa.
Foto: A melhor defesa contra o câncer de mama é o ataque! 
Neymar Jr. atacou com tudo e marcou um golaço como protagonista da campanha que tem como objetivo principal ressaltar a importância da detecção precoce do câncer de mama e da prática de exercícios físicos, que podem ajudar na prevenção da doença ou na recuperação de quem está em tratamento. A campanha foi exibida em plena Times Square, ponto mais movimentado de Nova York.
Contar com um nome com tanta evidência mundialmente em um dos painéis mais emblemáticos da publicidade no mundo traz ainda mais visibilidade para a causa.

Niterói realiza campanha “Outubro Rosa” contra o Câncer de Mama

outubro-rosa-2012-testei-e-voce-1
Assim como em 2012, Niterói ficará literalmente rosa. Durante todo o mês de outubro, a cidade adotará a campanha internacional “Outubro Rosa”,  de conscientização sobre a importância da prevenção e cuidados com o câncer de mama. A partir desse sábado, 28,  haverá diversas atividade e ações informativas sobre o tema.

A iniciativa de realizar o evento em Niterói é da rede de academias Tio Sam Gym Center. Durante todo o mês, em vários locais da cidade, haverá palestras e distribuição de panfletos para que as mulheres sejam informadas e alertadas de que prevenir o câncer de mama é o melhor remédio. Além da programação, diversos pontos importantes da cidade como o Museu de Arte Contemporânea (MAC), a Câmara Municipal, o Quality Hotel e as academias Tio Sam estarão iluminados de rosa em apoio à campanha.
Responsável direta pela campanha na cidade a empresária Silvia Calil, diretora da academia Tio Sam, acredita que ainda falta muita informação sobre o tema, e, que através do Outubro Rosa, a população, principalmente as mulheres, terão mais oportunidades de aprofundarem na questão.
DSCN0701
“Nosso objetivo é conscientizar e informar sobre o câncer, pois o conhecimento pode salvar vidas”, afirmou a empresário, que viveu na pele os transtornos da doença e mais uma vez está em tratamento devido a uma metastase originada do câncer de mama.
Cronograma - Para celebrar o início do evento, nesse sábado, dia 28, será realizada uma palestra sobre a importância da prevenção do câncer de mama pela ONG ADAMA (Associação Amigos da Mama). O encerramento da campanha acontece dia 26 de outubro com uma caminhada rosa na praia de Icaraí às 10h. No dia 31 de outubro a academia Tio Sam e o hotel Quality Niterói realizam a última palestra sobre o tema.
Confira a programação completa:
 28/09 -  BOM DIA SAÚDE ROSA
- Palestra: Importância da prevenção do câncer de Mama
- Show de dança do ventre: A dança que cura do espaço de nastenka

04/10 -  O MAC SERÁ ILUMINADO DE ROSA ÀS 18:30H

05/10 – ABRAÇO ROSA EM TORNO DO LAGO DO CAMPO DE SÃO BENTO (junto com ONG Niterói + humana, ADAMA e fundação laço rosa)

14/10  – III TARDE ROSA CARMEM NAZAR  (Venda do calendário das mulheres vitoriosas da ADAMA)
17/18/19 – PANFLETAGEM E DISTRIBUIÇÃO DE ROSAS NO SHOPPING ICARAÍ (Em frente a Loja Thernua – junto com ADAMA)
22/10 – PANFLETAGEM E DISTRIBUIÇÃO DE ROSAS ACADEMIA TIO SAM CAMBOINHAS (junto com ADAMA)
23/10 – PANFLETAGEM E DISTRIBUIÇÃO DE ROSAS ACADEMIA TIO SAM ICARAÍ E BARRETO (junto com ADAMA)
25/10 – PANFLETAGEM E DISTRIBUIÇÃO DE ROSAS NO SHOPPING ITAIPU MULTICENTER – (junto com ADAMA)
26/10 – CAMINHADA ROSA NA PRAIA DE ICARAÍ ÀS 10H (junto com ONG Niterói + humana, ADAMA e Fundação Laço Rosa)
31/10 -  PALESTRA: Importância da prevenção do câncer de Mama no QUALITY HOTEL NITERÓI E ACADEMIA TIO SAM – 15H
Sobre o Outubro Rosa - Em 1990, aconteceu a primeira Corrida pela Cura, em Nova York e a Fundação Susan G. Komen for the Cure distribuiu, aos participantes, laços cor-de-rosa. Inicialmente os laços rosa passaram a enfeitar as cidades; depois monumentos e prédios públicos passaram a receber iluminação cor-de-rosa, uma forma bonita para que o Outubro Rosa ficasse bem visível para a população. A iniciativa se espalhou pelo mundo com ações direcionadas a prevenção pelo diagnóstico precoce e a iluminação rosa tornou-se uma leitura visual compreendida em qualquer lugar do mundo.
image_large
No Brasil, o primeiro monumento a ser iluminado foi o Obelisco do Ibirapuera, em São Paulo, em 2002. Em 2008 o Outubro Rosa desembarca definitivamente no país por iniciativa de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama. Na ocasião monumentos históricos como o Cristo Redentor e o Santuário Nossa Senhora da Penha, no Rio de Janeiro, foram iluminados de rosa.

Outubro Rosa' será comemorado com atividades em Nova Friburgo, RJ

Shopping no centro da cidade já divulgou programação para o mês.

Palestras falarão sobre saúde da mulher e diagnóstico precoce.


Neste mês de outubro, as atenções ficam todas voltadas para as mulheres com atividades do "Outubro Rosa", num shopping no centro de Nova Friburgo, Região Serrana do Rio. Nesta época do ano, vários países discutem questões relativas à saúde da mulher e serão realizadas três rodadas de bate papo com este tema.
A iniciativa tem como objetivo alertar para a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama. No mundo inteiro, esta é a manifestação da doença mais comum entre as mulheres e responde por 22% dos novos casos a cada ano. Em Nova Friburgo, a Associação de Mulheres Mastectomizadas (Amma) recebe toda semana até duas mulheres afetadas pela doença e chega a realizar 150 atendimentos ao mês. 
Para levar conhecimento sobre o tema, explicar as formas corretas de detecção e tratamento e desmitificar questões que ainda são consideradas tabus, representantes da Amma foram convidadas a conduzir a conversa, que acontecerá em três ocasiões.
Durante os encontros, sempre tendo a mulher como protagonista, serão abordadas questões do cotidiano feminino, dicas preciosas de cuidados com a saúde e compartilhados depoimentos de mulheres que enfrentaram a doença. Quem visitar o shopping durante este período vai poder, ainda, ajudar o atendimento voluntário da Amma, adquirindo um calendário.
O Friburgo Shopping fica na Praça Getulio Vargas e todas as atividades são gratuitas.
Confira a programação completa:
- Bate-papo
   Tema: saúde da mulher
   Dia 8 de outubro: 17h
   Dia 16 de outubro: 18h
   Dia 24 de outubro: 19h

- Lançamento do calendário 2015 da Amma
   11 de outubro – das 9h às 16h, na Praça Getúlio Vargas

- Caminhada Rosa
   25 de outubro – 10h (encerramento no Friburgo Shopping)